Ciclo perfeito de durateston e stanozolol

“Encontrei o trabalho de Camille Dela Rosa durante pesquisas que eu estava fazendo sobre artistas alternativos para trabalhar na capa do nosso novo álbum. Eu tinha o conceito na minha mente e o nome do álbum, ‘Machine Messiah’, mas isso não importava muito, pois eu estava à procura de diferentes estilos e ideias, artistas diferentes. Quando vi as pinturas dela fiquei realmente impressionado pelo seu estilo, cheio de cores e significado, muito originais e vivos! Ela vem das Filipinas, um lugar onde nós tocamos há alguns anos e que nós podíamos sentir a intensidade de sua cultura, muito poderosa! Ela tem esse poder em suas pinturas e desenhos!

A principal inspiração em torno de ‘Machine Messiah’ é a robotização da sociedade hoje em dia. O conceito de uma “Máquina Divina” que criou a humanidade e agora parece que este ciclo está se fechando, retornando ao ponto de partida. Nós viemos de máquinas e estamos indo de volta para de onde viemos. O Messias, quando ele voltar, vai ser um robô, ou um humanóide, nosso salvador biomecânico.

A pintura "Deus Ex-Machina" é uma obra-prima! Fiquei realmente chocado ao ver como seu conceito de pintura era um ajuste perfeito para o nosso conceito! A capa foi feita há seis anos para o nosso novo álbum e ela (Camille Dela Rosa) não sabia disso! Nem eu, mas estou feliz que nossos caminhos se cruzaram. A obra de Camille é intensa e é bem na sua cara. Temos a sorte de ter uma grande artista trabalhando com a gente, ela é gentil e muito talentosa. Ela traz algo novo e excitante para uma carreira de 32 anos da banda, período em que artistas incríveis criaram memoráveis e icônicas capas de discos para o Sepultura.

Estou muito feliz com tudo sobre o Machine Messiah, é um álbum do Sepultura, mas com uma nova direção e intensidade, um novo desafio musical, um passo em frente! Mal posso esperar para mostrar ao mundo a nossa música para o novo “Messias” que está chegando".
Andreas Kisser

A quinta edição inclui uma selecção de obras representativa da sua diversidade, especificidade e qualidade. Está a arquitectura sob resgate? É o tema orientador da selecção. A equipa comissária (Luís Tavares Pereira, Bruno Baldaia, Magda Seifert) procurou indagar os impactos e as influências do contexto social e cultural que o país atravessa na produção de arquitectura. Austeridade, escassez, desemprego, emigração, diminuição do poder de compra, crise do mercado imobiliário: “são tópicos que não conseguimos dissociar de uma reflexão profunda que incide sobre as condições da construção e da arquitectura nos anos 2012, 2013 e 2014” afirmam os comissários.

Ciclo perfeito de durateston e stanozolol

ciclo perfeito de durateston e stanozolol

Media:

ciclo perfeito de durateston e stanozololciclo perfeito de durateston e stanozololciclo perfeito de durateston e stanozololciclo perfeito de durateston e stanozololciclo perfeito de durateston e stanozolol

http://buy-steroids.org